Veneza

Posted by in Europa, Itália, Veneza

Seguindo o mochilão pela Europa iniciado por nossa rápida passada por Lisboa, depois por Porto e por ultimo em Roma, seguimos para Veneza no norte da Itália. Ao invés de fazer o trajeto de avião a opção foi o trem. Acho que não podiamos ter feito escolha melhor. Em pouco mais de três horas de viajem, a bordo do Frecciargento percorremos aproximadamente 520 Km entre as estações Termini em Roma e Santa Lucia em Veneza, com paradas rápidas em Florença, Bologna e Padova, chegando em Veneza por volta das 10:30 da manhã. No trajeto, paisagens de encher os olhos passando por nós muito rapidamente.

Chegando na cidade, logo na saída da estação Santa Lucia, o primeiro impacto visual: água por todos os lados, um movimento intenso de pessoas caminhando por tudo, barcos e mais barcos trafegando no canal grande e um cenário que poderia-se apreciar por horas a fio sem cansar. A primeira ponte a atravessar, a Ponte da Constituição, já nos mostrou uma das imagens mais clássicas e conhecidas da cidadezinha banhada pelo mar adriático. Dali pra frente, a Veneza que se quer ver começa a se revelar. Ruelas estreitas entre as casas e pontes, muitas pontes, até a ponte Rialto, outro clássico cartão postal da cidade, para cruzar o canal grande pela segunda vez. Ali, novos momentos de admiração.

O ácipe da cidade certamente é a praça São Marcos ou piazza San Marco em bom italiano e a igreja de mesmo nome. Todos que vão a Veneza rumam para este local. Não é por menos… O lugar é grandioso e poderíamos ficar ali horas contemplando. Mas não tem como falar de Vezena e não falar das gondolas e dos clássicos passeios pelos charmosos canais a bordo das típicas embarcações do local. Esses passeios costumam ser caros, mas nada que uma boa negociação com os gondoleiros não resolva. Ainda tivemos a sorte de pegar um gondoleiro que falava espanhol muito bem! Assim conseguimos aproveitar ainda mais o passeio, com informações riquíssimas sobre a cidade, como a história da ponte dos suspiros (última foto desse post).

Chegamos na cidade de manhã e já fomos embora no mesmo dia à noite. Tivemos tempo suficiente para ver as principais atrações turísticas do local, mas… hoje nos lamentamos de não ter ficado ao menos uma noite por lá… A cidade deve ser magnífica durante a noite, engrandecendo ainda mais o charme e o romantismo do local. Não há como negar.., Veneza realmente foi feita para os apaixonados. Seguem alguns registros da nossa passada pela cidade.

VEN_1

VEN_2

VEN_3

VEN_4

VEN_5

VEN_6

VEN_7

VEN_8

VEN_9

VEN_10

VEN_11

VEN_12

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •